Tocantins, 22 de outubro de 2021 - Mira Jornal - 00:00

Coluna do Zé

O imbróglio com políticos municipais da primeira capital

03/10/2021 22h50

O imbróglio com políticos municipais da primeira capital

Em pronunciamentos no Plenário da Câmara Municipal da primeira capital do Tocantins, na segunda-feira (27), três vereadores da base da gestão municipal refluíram do silêncio da semana anterior e teceram comentários sobre o imbróglio ocorrido no gabinete da prefeita Camila Fernandes, que teria acusado seu vice e alguns vereadores de uma suposta trama para desestabilizar a gestão, inclusive com reuniões com adversários políticos.

Na oportunidade o líder do Solidariedade na Casa, vereador Cabo Agenor teceu comentários sobre supostas publicações na imprensa informando a existência de um racha entre prefeita, vice-prefeito e alguns vereadores. Fato que negou veementemente justificando que discussões existem para sanar dúvidas e que a imprensa teria informado inverdades. “Nós não conversamos sobre racha e nunca ocorreu um complô”, assegurou o policial militar da reserva, sugerindo que a prefeita se retrate.

Seu parceiro de legenda, Sírio (Cabeleireiro) Ferreira, conclamou: “Coloco a minha mão no fogo que Aprijo (vice-prefeito) não fez nada”, alertando que a gestão vai perder se perder dois vereadores do Solidariedade e o vice-prefeito. “A verdade vai chegar e espero que não chegue tarde”, preconizou.

Solidário aos colegas, mesmo sendo de outra legenda, o vereador Adão Pedreiro/MDB, fez referencia ao que chamou de “equívoco da imprensa”, contemporizando que desentendimentos existem na política e indagou: “onde foi que nunca aconteceu isso?”. Por fim sugeriu ao chefe de gabinete da prefeita Flavio Suarte, que estava presente, para articular uma reunião que venha solucionar o imbróglio.

As incursões em desfavor à imprensa não alcançam o tri-decano MIRA Jornal porque, até então, nada sequer foi publicado sobre o referido imbróglio, que detém o princípio de preservar as instituições apurando com tempo necessário de desdobramentos.

Conforme apurou o mirajornal.com, na manhã da sexta-feira (17), no gabinete da prefeita de Miracema do Tocantins, aconteceu uma reunião com as presenças dos sete vereadores da base – Núbio Gomes/MSD (Presidente da Câmara) – Assis Moura/PSD (Vice-presidente) – Edilson Tavares (1º Secretário) – Cabo Agenor/SD (2º Secretário) –  Sírio Cabeleireiro/SD - Adão Pedreiro/MDB – Branquinho do Araras/PP – e a prefeita Camila Fernandes/MDB e seu vice-prefeito Aprijo Ribeiro/SD.

Ainda participaram da reunião, que tinha objetivo de discutir a implantação da taxa de iluminação pública e atualização de valores e taxas de imóveis urbanos, o secretário de Finanças Rômulo e o secretário de Desenvolvimento Econômico e Chefe de Gabinete, advogado Flavio Suarte.

Durante as discussões alguns vereadores defenderam o fato de que projetos de tamanha envergadura politica precisam de tempo para discussões, quando aconteceu um debate áspero até com adjetivos inadequados entre vereadores.

Em determinado momento, a reunião foi dada por encerrada, justificada pela necessidade de acalmar os ânimos.

Ouvido pelo MIRA o vice-prefeito Aprijo Ribeiro conta que foi questionado pela prefeita o fato de ter permanecido calado durante a reunião. Ao que teria respondido que nada lhe foi perguntado, tampouco solicitado opinião.

Após o recomeço da reunião, Aprijo Ribeiro conta que expressou sua opinião sobre a necessidade de tempo hábil para discussão de projetos polêmicos daquela naturaeza, mas assegurou que acataria o que fosse decidido.

Em seguida a prefeita teria acusado vereadores de falar mal dela, e o vice-prefeito de estar tramando contra ela em reuniões às escondidas, inclusive com vereadores e oposicionistas.

Sentido e inconformado com a acusação que classificou como injusta, inadequada e mentirosa o vice-prefeito inquiriu a gestora que comprovasse o dito e que, caso conseguisse, renunciaria seu mandato de vice-prefeito.

Conforme apurado, a prefeita Camila Fernandes teria tentado telefonar para um suposto informante, fato contemporizado por seu chefe de gabinete.

A ligação não aconteceu, a reunião foi dispersa e o vice-prefeito persistiu na comprovação, razão pela qual no domingo seguinte (19) registrou um boletim de ocorrência contra a autoria das inverdades caracterizadas de profanadas.

De acordo com Aprijo, é necessário que Camila identifique o autor para que a justiça possa intervir no quadro que considera crime de calúnia, difamação e injúria.

A calúnia consiste em acusar alguém publicamente de um crime e ofende a honra enquanto cidadão; já a difamação ataca a honra objetiva que é a reputação; enquanto a injúria ofende a honra subjetiva, que trata das qualidades do sujeito.

Por jornalista José Carlos de Almeida
 

   

Comentários (1)

  • jose professor | 04/10/21 07h53

    Divagações, intempéries e confusões na maioria das vezes são normais. Acontecem em todos os anais políticos e até mesmo nos anais fora da política. Meu conselho é que não se dê atenção a comentários, divagações e fofocas de lavadeiras pois na maioria das vezes não passam de reles Fake News e não merecem crédito algum. Simples assim.

Mais vídeosVideo Mira

Violência contra a mulher em tempos de pandemia

Mais que o medo de adoecer, as mulheres em todo mundo enfrentam outro dado assustador: o aumento da violência doméstica.

O Brasil está em quinto lugar no ranking mundial de feminicídio, o que faz desse tipo de violência um grave problema social e de saúde pública, que os profissionais da Atenção Primária enfrentam todos os dias.
Com o isolamento social, houve um aumento considerável de relato desse tipo de violência.

Como identificar as mulheres que estão mais vulneráveis? A resposta você encontra no vídeo desenvolvido pela médica de família e comunidade Lorenna Baião, com apoio da Associação Capixaba de Medicina de Família, e também nas cartilhas produzidas pelos Grupos de Trabalho de Mulheres na MFC e de Gênero, Sexualidade, Diversidade e Direitos da SBMFC.
 

Comente

  • jose professor
    27/09/21 07h01
    Não é possível que as coisas aconteçam e ninguém reclame.Hoje (27/09/2021) aproximadamente entre 06:30 e 07:00 horas...
  • Redação
    25/08/21 14h04
    Parabéns Miracema pelos seus 73 anos. As cidades são como as pessoas sentem quando a ingratidão chega a sua porta....
  • Jose Professor
    14/08/21 09h57
    Não é a primeira vez que reclamo. Não é novidade o barulho infernal causado pelos carros de som na comunidade. Me...
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.