Tocantins, 05 de março de 2021 - Mira Jornal - 00:00

Política

Moção de Pesar e desabafo de vereador são destaques na sessão desta segunda (22)

22/02/2021 22h37

Fotos: Léo Santana Mesa Diretora: (c) Núbio Gomes/MDB (Presidente); Assis Moura/Republicanos (Vice-presidente); Edilson Tavares/MDB (1º Secretário).
A Câmara Municipal de Miracema do Tocantins realizou duas sessões ordinárias na noite desta segunda-feira, 22, mais uma vez sem a presença da vereadora Tânia Precata/PSD, que está sob licença médica de 15 dias. A vereadora eleita com maior número de votos nas eleições de novembro último, deu à luz a menina Júlia, dias atrás, e perdeu seu pai, Joaquim Precatão, vitima da Covid-19 na última quarta-feira (17).

Fotos: Léo Santana

Sessão realizada obedecendo as normas de combate a Covid-19

O presidente Núbio Gomes/MDB conduziu as sessões de forma tranqüila, quando foram deliberados vários requerimentos de autoria dos edis, todos aprovados pela unanimidade dos parlamentares presente. O destaque das proposituras foi a Moção de Aplauso à Família Abreu da Silva, pela morte do patriarca Joaquim Abreu da Silva, conhecido popularmente como Joaquim Precatão.

Não publicamos, ainda, os conteúdos das proposituras deliberadas porque, assim como na primeira sessão realizada dia 17 último, a secretaria parlamentar não distribuiu as respectivas cópias para imprensa que cobre a Casa de Leis.

MOÇÃO
De autoria do vereador Professor Luca de Luccas/PT, subscrita pelos vereadores, Núbio Gomes/MDB (Presidente) e Edilson Tavares (1º Secretário), a Moção de Pesar à família de Joaquim Precatão, deixou um clima de tristeza no Plenário Sebastião Borba dos Santos.

Joaquim Abreu da Silva, tinha 77 anos, deixou viúva a esposa Sinira, com quem teve dez filhos, 19 netos e dois bisnetos. O casal tinha 56 anos de matrimônio.

O pioneiro miracemense, nascido em Babaçulândia, chegou a Miracema com a esposa matogrossense Sinira em 1.972, trazendo os cinco primeiros filhos do casal. Nos anos seguintes tiveram mais quatro e adotaram um que tem deficiência de visão e auditiva, conforme revelou a filha Odilma de Jesus, funcionária pública municipal.

“Meu pai teve sintomas da Covid depois que fez um pré-operatório (para cirurgia) no hospital daqui (HRM), logo piorou e foi levado para Palmas, onde acabou morrendo”, contou ao mirajornal.com.

O sepultamento, do também pai da vereadora Tânia Precata ocorreu sem velório, conforme acontece com vitimas da doença covid-19, aconteceu na quinta-feira (18)

    
1ª bancada: Sirio Cabeleireiro/SD; Cabo Agenor/SD; e Adão Pedreiro/MDB.
2º bancada: Thaller Rogério/Republicanos; Cirilo Douglas/PP; Luca de Luccas/PT; e Branquinho do Araras/PP


DESABAFO
Numa questão de ordem, o vice-presidente da Câmara Municipal, vereador Assis Moura/Republicanos, leu uma ‘Nota de Esclarecimento’ que fez para compor os anais da Casa de Leis da primeira capital do Estado, constando seu desabafo a respeito de supostas intrigas e insinuações que foram postadas nas redes sociais, quando optou por compor a bancada situacionista de apoio a prefeita Camila Fernandes/MDB, em detrimento da bancada de oposição onde foi eleito.

O vereador, após agradecer os votos recebidos e a honra de ser escolhido para vice-presidência da Casa de Leis, lembrou que é de família humilde e honesta. Criticou aqueles que tentaram denegrir sua imagem “com coisa que não fiz, nem pensei em fazer”. Assis Moura lembra que foi bastante atacado, “porém, não conseguiram me atingir”, disse que no momento da humilhação procurou mostrar sua humildade, ficando calado.

Veja na íntegra cópia da Nota enviada ao MIRA:


Vereador Assis Moura, vice-presidente

NOTA DE ESCLARECIMENTO
“Gostaria de iniciar o meu discurso, agradecendo mais uma vez, em primeiro lugar a Deus por me conceder o direito de exercer o Cargo de Vereador, dando-me também o privilégio de ser o Vice-Presidente desta casa.

Quero também agradecer a todos aqueles que confiaram a mim o seu voto por conhecerem mais de perto a minha dignidade de um ser humano que sou, pois venho de uma família humilde e muito honesta em tudo que faz.
Deixo aqui bem claro àqueles que fizeram de tudo para denegrir a minha imagem, acusando-me de coisas que não fiz, nem tampouco pensei em fazer.

Se hoje estou do outro lado, não foi porque me vendi, foi por pensar muito mais na comunidade Miracemense do que em mim mesmo. Tudo que eu fiz, eu fiz para o bem de todos.

Fui bastante atacado, porém, não conseguiram me atingir porque foi exatamente no momento da humilhação que procurei mostrar a minha humildade. (FICANDO CALADO)

Sei que é inútil tentar convencer quem acha que sabe de tudo, quem acha que sabe da verdade, mas isso não me preocupa. (AS PROPOSTA FORAM DAS MAIS ABSURDAS POSSIVEIS)

O mais importante para mim é fazer o meu trabalho pautado proveniente do meu caráter e da minha personalidade, com a responsabilidade de ocupar o cargo que me é digno.

Esclareço, ainda, que não serei vendedor de traíra, porque não me encaixo nesse ramo, mas afirmo que paralelamente com o cargo de vereador, nas horas necessárias, continuarei sim, com as vendas de meus frangos não importando quanto será o meu lucro por cada um, ate porque, é o que sempre gostei de fazer, Trabalhar, seja em que profissão for, sinto-me honrado e realizado.

A humilhação pela qual passei, foi um grande degrau que usei por Deus para o rumo da subida de minha mais alta vitória. Creio que a humilhação faz parte do sucesso.

Um grande abraço do Vereador ASSIS MOURA


ENCERRAMENTO
Em ambas sessões não houve vereador inscrito para o Grande Expediente. Apenas o vereador Thaller Rogerio/Republicanos defendeu seus requerimentos. Também o vereador Luca de Luccas discorreu sobre sua Moção de Pesar, enquanto Edilson Tavares apresentou um perfil social do homenageado.

O presidente Núbio Gomes, que também subscreveu a Moção de Aplausos, ao encerrar a segunda sessão, convocou outra para esta terça-feira, 23, a partir das 19h.
(Da Redação/MIRA)
 

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

Mattos Nascimento fez homenagem para Moisés 'da Sercon' Costa

No grande culto aberto promovido pelo COPAMEM, dia 24 de agosto de 2018,  o cantor gospel Mattos Nascimentos, homenageou o então prefeito de Miracema do Tocantins, Moisés Costa/MDB, no Dia Municipal do Evangélico.em 2018

Comente

  • JOSE PROFESSOR
    29/01/21 16h38
    Desde quando uma pessoa só pode ser atendida nos Postos de Saúde Municipais de Miracema só após 10 dias de sintomas?...
  • JOSE PROFESSOR
    24/01/21 10h14
    A Alcaide, com certeza, está pressionada pelas falhas existentes e recebidas de seu antecessor e auxiliares.Não há...
  • JOSE PROFESSOR
    16/01/21 09h52
    Por qual motivo as autoridades competentes (Judiciário e PM e PC)não corrigem esta discrepância sonora que são os...
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.