Tocantins, 22 de outubro de 2021 - Mira Jornal - 00:00

Estado

Queda e casos e óbitos por Covid-19 no Tocantins se repete em setembro

03/10/2021 07h21

Foto: Divulgação SES Pelo quinto mês, estado apresenta redução nos casos de Covid-19
Foi o quinto mês consecutivo de redução da incidência da doença no Estado

O Estado do Tocantins encerrou setembro com a sequência de queda nos números e óbitos pela Covid-19, completando um ciclo de cinco meses consecutivos em baixa. As informações são do Centro de Informações e Decisões Estratégicas em Saúde (Integra Saúde) – da Secretaria de Estado da Saúde (SES) – averiguadas nesta sexta-feira, 01 de outubro.

Segundo o apurado pela equipe técnica do Integra, em setembro, foram registrados 4.692 novos casos da Covid-19, em todo o Estado, uma redução de 39,9% em relação aos mês de agosto, quando se contabilizou 7.809 novos registros da doença.

Divulgação SES


Redução também é registrada no número de óbitos pela doença 

A queda também foi verificada nos óbitos. Em setembro foram 50 mortes, enquanto em agosto foram registrados 106, uma redução de 53% de um mês para o outro. “São números que nos deixam muito otimistas em relação ao fim do ciclo crítico, pelo qual passamos no enfrentamento à Covid-19. A redução nos deixa mais seguros para seguirmos com o retorno de algumas atividades já programadas, como as cirurgias eletivas e a permissão de acompanhantes dentro de nossas unidades hospitalares, por exemplo”, destacou o titular da SES, Dr. Edgar Tollini.

 Segundo o técnico da área de planejamento do Sistema Único de Saúde (SUS), Ullannes Passos Rios, “Por determinação da Gestão, temos a preocupação de monitorar estes dados diariamente e emitir relatórios que, por sua vez, servem de base para as tomadas de decisão de forma segura. Isso influencia positivamente na qualidade da assistência aos usuários do SUS”, afirmou.

Histórico

Importante frisar a sequência de queda no registro de casos: maio (19.774); junho (17.715) e julho (11.298). A redução de óbitos se deu da seguinte forma: maio (355); junho (305) e julho (159).
(Da Secom TO/Aldenes Lima)



   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

Violência contra a mulher em tempos de pandemia

Mais que o medo de adoecer, as mulheres em todo mundo enfrentam outro dado assustador: o aumento da violência doméstica.

O Brasil está em quinto lugar no ranking mundial de feminicídio, o que faz desse tipo de violência um grave problema social e de saúde pública, que os profissionais da Atenção Primária enfrentam todos os dias.
Com o isolamento social, houve um aumento considerável de relato desse tipo de violência.

Como identificar as mulheres que estão mais vulneráveis? A resposta você encontra no vídeo desenvolvido pela médica de família e comunidade Lorenna Baião, com apoio da Associação Capixaba de Medicina de Família, e também nas cartilhas produzidas pelos Grupos de Trabalho de Mulheres na MFC e de Gênero, Sexualidade, Diversidade e Direitos da SBMFC.
 

Comente

  • jose professor
    27/09/21 07h01
    Não é possível que as coisas aconteçam e ninguém reclame.Hoje (27/09/2021) aproximadamente entre 06:30 e 07:00 horas...
  • Redação
    25/08/21 14h04
    Parabéns Miracema pelos seus 73 anos. As cidades são como as pessoas sentem quando a ingratidão chega a sua porta....
  • Jose Professor
    14/08/21 09h57
    Não é a primeira vez que reclamo. Não é novidade o barulho infernal causado pelos carros de som na comunidade. Me...
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.