Tocantins, 22 de outubro de 2021 - Mira Jornal - 00:00

Estado

Governo do Tocantins orienta municípios sobre o Censo SUAS 2021

07/10/2021 10h55

Os questionários já estão abertos para preenchimento.
 O Censo é realizado anualmente e permite traçar um retrato detalhado da assistência social no país

Com a disponibilização do CensoSUAS 2021, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), prossegue realizando orientações Online aos 139 municípios tocantinenses sobre o preenchimento do questionário.

A ação ocorre por meio da equipe estadual do Cadastro Único (CadÚnico) e Programa Bolsa Família (PBF), da Setas, e realiza as orientações nas seguintes datas:

Na quarta-feira, 6, receberam orientação os municípios que têm o atendimento do CadÚnico dentro do Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

Na sexta-feira, 8, a partir das 8h30 será a vez dos municípios que têm o atendimento do CadÚnico fora do Cras ou seja no Posto de Cadastramento, e também para os municípios que têm as duas situações de atendimentos.

A inscrição para receber as orientações pode ser realizada no link: https://forms.gle/viHtXp7zC3CpQJb88

A coordenadora estadual do Cadastro Único e Bolsa Família no Tocantins, Carmem Vendramini orienta que “o questionário deve ser previamente respondido para que as dúvidas sejam mais facilmente esclarecidas no decorrer da orientação”.

Censo Suas

O Censo é realizado anualmente, e permite traçar um retrato detalhado da assistência social no país, de forma a monitorar as unidades, atividades, serviços prestados e o perfil dos trabalhadores.
(Da Secom/Cláudio Duarte/Governo do Tocantins)
:


   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

Violência contra a mulher em tempos de pandemia

Mais que o medo de adoecer, as mulheres em todo mundo enfrentam outro dado assustador: o aumento da violência doméstica.

O Brasil está em quinto lugar no ranking mundial de feminicídio, o que faz desse tipo de violência um grave problema social e de saúde pública, que os profissionais da Atenção Primária enfrentam todos os dias.
Com o isolamento social, houve um aumento considerável de relato desse tipo de violência.

Como identificar as mulheres que estão mais vulneráveis? A resposta você encontra no vídeo desenvolvido pela médica de família e comunidade Lorenna Baião, com apoio da Associação Capixaba de Medicina de Família, e também nas cartilhas produzidas pelos Grupos de Trabalho de Mulheres na MFC e de Gênero, Sexualidade, Diversidade e Direitos da SBMFC.
 

Comente

  • jose professor
    27/09/21 07h01
    Não é possível que as coisas aconteçam e ninguém reclame.Hoje (27/09/2021) aproximadamente entre 06:30 e 07:00 horas...
  • Redação
    25/08/21 14h04
    Parabéns Miracema pelos seus 73 anos. As cidades são como as pessoas sentem quando a ingratidão chega a sua porta....
  • Jose Professor
    14/08/21 09h57
    Não é a primeira vez que reclamo. Não é novidade o barulho infernal causado pelos carros de som na comunidade. Me...
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.